BANDAS


DIXIE GANG

dixie gang

O Dixie Gang nasce de uma paixão pelo Jazz tradicional de New Orleans (também conhecido como Dixieland) em 1991. Essa paixão transformou um grupo de amigos de simples auditores em músicos ativos que, ao fim de algum tempo, decidiram partilhar o seu prazer com outros. Nasce assim o Dixie Gang, o primeiro grupo de Jazz tradicional em Portugal em muitos anos.

O grupo deu os seus primeiros passos em 1991 no Ritz Club, um conhecido cabaret de Lisboa. Desde então tem vindo a tocar em várias situações, quer no âmbito privado (aniversários, casamentos, até funerais) quer no público (paradas de rua, concertos, festivais), em Portugal e no estrangeiro (Macau, Eslováquia, Espanha, França e Itália). Juntam-se frequentemente à banda outros amigos músicos, quer da área do Jazz tais como Paula Oliveira, Luís Cunha, Matt Lester ou Alan Thomas (uma vez até o grande Max Roach), quer da música popular portuguesa (Jorge Palma - com quem gravaram - e outros).

Já editou três CDs: "Jazz Me Blues" (1999), "Pimenta da Terra" (2005) e "Um Quarto do Século" (2017).

João Faro Viana é o único médico da banda. É Chefe de Serviço de Patologia Clínica, e atualmente o Diretor do Serviço de Patologia Clínica do CHLO (Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, EPE). Verdadeiro viciado no Jazz, é um dos trompetistas portugueses mais tradicionais, tratando o CORNETIM com o mesmo cuidado com que trata os seus tubos de ensaio.

Composição atual da banda:
João Viana - Cornetim
Paulo Gaspar - Clarinete
David Rodrigues - Piano
Claus Nymark - Trombone
Gil Gonçalves - Tuba
Silas Oliveira - Banjo
Rui Alves - Bateria


PACEMAKERS

pacemakers 3

Os pacemakers são uma banda de covers com repertório principalmente na área do rock progressivo, composta por um grupo de amigos, não profissionais, todos “viciados” em música desde tenra idade, que apostaram em recriar as suas músicas preferidas dos anos 70 à atualidade. Criada em 2011 sob a designação “Banda Larga” (@ptbandalarga), resultou da fusão de duas bandas próximas, os “Fora de Prazo” e os “Pacemakers”, designação agora recuperada para este concerto.

O único médico da banda é Henrique Peyssonneau Nunes, cardiologista do Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, e ao mesmo tempo um dos criadores do projeto DocsMedley. Com formação médica pautada pelo som dos Genesis, Yes e Pink Floyd, o seu apurado ouvido musical permite-lhe detetar nos seus pacientes as mais precoces arritmias.

A banda conta ainda com um leque variado de profissionais de diversas áreas, a saber um advogado (para negociação), um marketeer (para promoção), um engenheiro (para manutenção), um professor (para formação) e um gestor (para organização), para além do já referido médico (por precaução).

Formação atual da banda:
Henrique Nunes - Guitarras, Piano, Teclas e Voz
João “Ximin” - Baixo e Voz
Manuel Baptista - Guitarras, Harmónica e Voz
Pedro Guerra Tavares - Teclas
Pedro Morais David - Bateria
Mónica Pires - Saxofone e Flauta

 

JÁ AGORA

ja agora 2


Banda formada em 2009, por um grupo de amigos de diferentes áreas e vocações, inicialmente sob a designação de Teen4ty, que se especializou em “covers” anos 80-90. Recentemente iniciaram-se na composição de originais, tendo gravado em estúdio um álbum demo com 8 temas sob a designação genérica de “Desenha-me um Sonho”.

Pedro Faustino, o único médico da formação original da banda, é especialista em ginecologia/obstetrícia e trabalhou durante vários anos na Maternidade Alfredo da Costa, encontrando-se atualmente a exercer a sua atividade no Hospital dos Lusíadas. Baterista e cantor, maneja as baquetes com subtileza ginecológica e canta/encanta com a naturalidade de um parto eutócico.

Composição atual da banda:
Pedro Faustino - Bateria e Voz
Ricardo Vieira - Guitarra e Voz
Miguel Rodrigues Santos - Guitarra
Nuno Ferreira - Baixo
Henrique Nunes - Teclados (na banda desde 2018)


BANDAFUNDO

bandafundo

Banda formada em 2010, na altura com 4 elementos, todos eles em atividade na USF Dafundo. O grupo tinha como objetivo tocar covers simples, para animar o almoço de natal da Unidade de Saúde Familiar, com ensaios apenas nas vésperas dos festejos.

Com a chegada de novos médicos, também afetos à música, a banda foi alargando o número de elementos, mas a sua dinâmica e objetividade manteve-se inalterada.

Em Outubro de 2016, no encerramento das Jornadas de Medicina Geral e Familiar da ARSLVT, no Centro Cultural Olga Cadaval, a banda interpretou adaptações de músicas conhecidas, alterando as letras para temas médicos. Surgiram assim músicas como “Fever”, “I need a doctor”, “It’s a heartache”, ou ainda “Os médicos das outras” e “Pica da MGF”. A ideia foi bem sucedida, e o concerto correu tão bem que a Bandafundo passou a reunir-se com maior frequência, sempre que surgem convites para eventos, quer entre amigos, quer na área da medicina.

A banda, na sua versão atual, é composta por seis elementos, cinco dos quais são médicos, todos eles com a especialidade de Medicina Geral e Familiar. Apenas o baixista não é médico.

Composição atual da banda:
Catarina Munhá - Teclas e voz
Nelson Gaspar - Guitarra e voz
Matilde Padrão Dias - Flauta e voz
Nuno Basílio - Guitarra e voz
Arnaldo Pereira Coutinho - Baixo
Fernando Borges - Bateria



NUMERUSPRIMUS

numerusprimus

Trata-se de uma banda de familiares e amigos com idades que rondam os 70 anos. Dois deles são irmãos e outros são primos, daí o nome do grupo. Todos eles viveram a música e fizeram parte de conjuntos musicais amadores, durante os anos 60. Hoje em dia, e apenas por pura diversão, costumam juntar-se depois de um bom almoço e pegam nos instrumentos para relembrar o seu passado musical, tocando e cantando, quase sempre, temas dessa época inesquecível.

O revivalismo despretensioso é o objetivo próximo da sua atividade. Em termos de apresentações apenas têm tocado, ocasionalmente, para amigos próximos em eventos e festas particulares, com músicas dos anos 60.

A banda é composta por 5 elementos, dois dos quais são médicos: - David Coutinho é especialista em neurorradiologia, ex Hospital de Santa Maria, atual diretor clinico do CEDI Lisboa e exerce também no Hospital da CUF Cascais; - Fernando Borges é especialista em Medicina Geral e Familiar e cofundador da USF Dafundo, a primeira USF de Portugal. Mantém atualmente a sua atividade médica em consultório de medicina privada.

Composição atual da banda:
David Coutinho – Guitarra e Voz
Arnaldo Pereira Coutinho – Baixo e Voz
Carlos Frade – Guitarra
David Pereira Coutinho – Harmónica e Percussões
Fernando Borges - Bateria



GINJAS BAND

ginjas band

A Ginjas Band apareceu no panorama musical português em 1999, formada por 3 elementos fundadores da Tuna Médica de Lisboa, Pedro Garcia - 1.º Magister da TML - Bandolim, Frederico Gonçalves - 2.º Magister da TML - também ele bandolinista, Nelson Milagre - Contrabaixo, aos quais se juntou o baterista Gonçalo Machado num mítico bar em Alfama - Ginjas Bar.

Durante alguns anos, à sexta-feira, depois dos ensaios da Tuna, o Ginjas Bar enchia-se de uma pequena multidão para ver e ouvir “A Banda” que ganhou o nome do Bar. 

A Tuna Médica de Lisboa deu à luz uma Banda de Rock!

O gosto pela música e a amizade trouxe novos elementos ... André Ruivo - Voz e Guitarra, Gonçalo Sousa - Guitarra

Quase a fazer 20 anos a Ginjas Band está de boa saúde e mantém a chama do Rock bem acesa!”

Composição da banda
Pedro Garcia - Guitarra e voz (Pediatra)
Frederico Gonçalves - Guitarra e Voz (Cirurgião Vascular )
Nelson Milagre - Baixo e Voz (MGF)
Gonçalo Machado - Bateria (Arquitecto)
Gonçalo Sousa - Guitarra (Cirurgia Vascular)
André Ruivo - Voz e Guitarra (Designer gráfico )

 

EMPLASTROS COM BANDA ELÁSTICA

emplastros

São uma das bandas expressamente formadas para esta 1ª edição DOC’S MEDLEY.

O Mário Braga, com duas especialidades - Estomatologia e MGF - é conhecido por ser o “homem dos 7 ofícios” ... ao quadrado ;). Com participação ativa em várias bandas amadoras que animavam “bailaricos” de sociedades recreativas e festas, tocou como residente de um dos locais mais bem frequentados da zona do ESTORIL, enquanto estudava Química Fisiológica nos corredores à espera de entrar em cena.
O Prof. João Olias, ORL, dispensa apresentações, e é só fazer um Google para saberem o que andou a fazer na Medicina. Ao mesmo tempo, a música era um “bálsamo para os seus ouvidos”, e por isso sempre se dedicou a ela (como expert da zona anatómica de eleição, nesta matéria).
O Ricardo é informático de profissão, e cantor nas horas vagas.
“LISMANEL” de Sintra é um “clássico “: fundador dos célebres “Diamantes Negros”.
O Cordeiro, pasmem: foi saxofonista da Lena D’Água, já para não falarmos de outras bandas.
O Hélder, conhecido por ZICA no meio musical, foi um dos fundadores da primeira banda de Heavy Metal portuguesa: os NZZN !
Quanto à Banda Elástica, nada podemos revelar...será uma surpresa (ou várias) e constitui um (ou vários) dos encontros improváveis do concerto.

Composição da Banda

MÁRIO REIS BRAGA - Guitarra e Voz
JOÃO OLIAS - Teclas e Voz
RICARDO MARQUES - Voz
LISMANEL DE SINTRA - Baixo
ANTÓNIO CORDEIRO - Saxofone
HELDER LUÍS FERNANDES - Bateria

 



PONTO G

pontoG v3

Banda formada expressamente para este concerto, e constituída por 4 elementos da mesma família, os Ponto G são a prova inegável da hereditariedade musical. Maria de Lurdes Banazol, que na adolescência foi vocalista dos Black Capes e do orfeão universitário de Luanda, juntou o filho e os sobrinhos, todos eles profissionais - Pablo Banazol (XPTO, Anie Road31), Pity (Black Mamba, Sara Tavares) e Bruno (Jimdungo), os três fazendo parte dos Neruda originais, com Pablo como compositor de serviço (música e letra).

Maria de Lurdes Banazol é especialista de Ginecologia/ Obstetrícia. Além de diretora clínica da Clínica Médica Santa Clara, trabalha atualmente na Clínica Cuf Cascais e no grupo Lusíadas. Durante 28 anos trabalhou no HPP Cascais, 18 dos quais como responsável da Unidade de Mama. Por último, com a energia e vanguardismo que lhe são conhecidos, é a “histórica” mentora do 1º Boletim da Grávida do SNS, hoje em dia indispensável para qualquer consulta da especialidade.

Composição atual da banda:
Maria de Lourdes Banazol - Voz
Pablo Banazol - Guitarra e Voz
Pity - Baixo
Bruno Vaz - Bateria



INÊS ANTUNES E ANDRÉ DAVID

ines e andre

A Inês e o André são amigos de longa data, e conheceram-se por pertencerem a bandas rivais em concursos de originais lá pelos inícios dos anos 2000. A Inês, apesar de ter mantido projetos de covers e originais, sendo vocalista de Flushot, Sogoik, Stereo Crush e de fazer umas musiquetas em nome próprio – SENI - acabou por se apaixonar definitivamente pela Medicina, e é como médica que ama de paixão a música, que se vê atualmente.

O André além da banda em que a Inês o conheceu, os Fade Out, investiu na sua formação em música, tendo frequentado a Escola de Música Nossa Senhora do Cabo de Linda-a-Velha fez o curso geral de Guitarra na Escola JB Jazz Clube de Lisboa, ingressou na Universidade de Évora onde em 2015 se licenciou em Música na vertente Guitarra. Atualmente é professor de Guitarra e Guitarrista em projetos como Gume, Zecando, Vilas Morenas, Baisers Volés, Miradouro e Dee Dee and the Drum Killers.

A Inês é a médica desta dupla. É obstetra na Maternidade Alfredo da Costa e no grupo Lusíadas, em Lisboa. O DOCS MEDLEY vai ser a primeira vez que o duo se vai juntar, mas promete um bom momento de música e amizade.

Composição atual da banda:
Inês Antunes - Voz
André David - Guitarra